domingo, 18 de julho de 2021

Amauri Nascimento e a Banda Doctor Vôte lançam a releitura do clássico "Anjo Querubim"

 Amauri Nascimento e sua Banda Doctor Vôte lança a releitura do clássico "Anjo Querubim" em todas as plataformas digitais, prestando homenagem ao poeta Petrúcio Amorim, uma de suas principais referências.

 


"Meu baião, coração..."

Este refrão, que já é um hino em todo Brasil, marca “Anjo Querubim” cuja releitura feita por Amauri Nascimento e sua banda Doctor Vôte está disponível em todas as plataformas digitais. Uma homenagem a Petrúcio Amorim, uma das principais referências musicais nordestinas. “A música foi gravada em 2013, uma das primeiras que gravei na minha vida. Tenho memórias nítidas desse dia: a emoção de conhecer a dinâmica de estúdio, um encanto, um carinho muito especial que pus por poder gravá-la. Tomei coragem, pedi a autorização ao mestre poeta e estamos lançando essa versão como homenagem a riqueza que a arte dele representa'' explica Amauri.

A gravação traz nova roupagem. A música agora conta com uma pegada de  balada romântica e toques de Violoncello. "Foi uma das primeiras músicas a entrar no repertório da Doctor e propus a Athos Thiago, violonista da banda, que nossa versão tivesse essa atmosfera mais intimista" explica o cantor. Participaram da gravação: Amauri Nascimento nos vocais, Athos Thiago, arranjo, violão, baixo, Jonas Nascimento na bateria e  Gabriel Conolly no Cello. A gravação foi realizada antes da entrada da vocalista Dani Cabral.


sábado, 17 de julho de 2021

Roberto Menescal e André Rio lançam canção inédita


 Em Comemoração aos 15 anos do primeiro encontro nos palcos e de uma amizade que surgiu através da música e se fortificou ao longo do tempo, Roberto Menescal e André Rio lançam uma canção inédita, uma Bossa Nova intitulada “Era uma vez”, música de Menescal com letra de André Rio. 

“ Era uma vez, o Amor brotou em meu coração… “ começa assim a nova composição de Menescal e Rio , que exalta o amor, os bons sentimentos que deixam a alma enlevo, atitude tão urgente e necessária nesses tempos estranhos que hoje vivenciamos. “ Era uma Vez”, assim principia a história desta bela e nova canção brasileiríssima.

 

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Geraldinho Lins lança novo EP


 O cantor e compositor pernambucano Geraldinho Lins lança seu mais novo trabalho, o EP “Mais Uma Vez” nas suas redes sociais, o artista já vem divulgando uma das faixas que se chama “Vacilo Meu”. No total, o novo trabalho conta com 9 músicas, sendo 5 exclusivas de composição de Geraldinho e Luciano Barros e 4 regravações de músicas como “Tudo Azul” de Lulu Santos, “Rosa de Cheiro” de André Rio e Vanuti, “Mais Uma Vez” de Rafael Moura e “Casa Comigo” do poeta Accioly Neto.

​As canções foram feitas durante a pandemia, tempo que o cantor se dedicou bastante para trazer novidades na sua carreira e nos estudos. Em 2020, Geraldinho completaria 30 anos de estrada e o EP vem para finalmente completar essa comemoração tão especial, somando mais um projeto de sucesso na discografia do cantor.

As músicas estão disponíveis nas principais plataformas digitais como: Spotify, Deezer, Apple Music, Sua Música, Youtube Music e outros.

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Pesquisa aponta Cylene Araújo entre os maiores intérpretes de Gonzagão


 Uma notícia que orgulha a classe forrozeira de Pernambuco. A cantora Cylene Araújo foi destaque no ranking dos cantores brasileiros que mais interpretaram músicas de Luiz Gonzaga – o Rei do Baião.  O resultado dessa pesquisa foi divulgada, inicialmente, em dezembro de 2020, no Dia Nacional do Forró e voltou a merecer ampla divulgação agora em junho, na imprensa nacional, por ocasião dos festejos juninos. 

Cylene Araújo aparece em honroso nono lugar e é a única pernambucana da lista de 20 artistas. A pesquisa levou cerca de cinco anos para ser concluída e contou com dados fornecidos pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).



 


Grupo de Danças Luar do Sertão lança vídeo sobre sua quadrilha junina

 O Ponto de Cultura Grupo de Danças Luar do Sertão, localizado no município de Custódia, lançou o vídeo “Junina Luar de Prata Custódia (PE) – Do Luar do Sertão” no YouTube. Com a participação de jovens da cidade, o trabalho, que foi contemplado pelos recursos da Lei Aldir Blanc em Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura, mostra uma apresentação quadrilha junina. Aperte o play e confira:


CaSoando lança EP Pisada Forte


 O projeto “Pisada Forte” surgiu da necessidade de expressar a alegria que ficou “quarentenada” na residência de cada um dos 4 músicos, da família CaSoando, em tempos de pandemia. Da tristeza dos cancelamentos dos shows, a saudade do calor do público, e a necessidade arrebatadora de tocar, transbordou uma vontade enorme de se reinventar, pois para o CaSoando sempre se tira coisas boas de tempos difíceis, e da mistura de todos esses sentimentos surgiu a ideia de lançar um novo álbum.

Em tempos de reclusão, os meninos dedicaram sua energia a um projeto novo, a reinvenção, repaginação e união desse grupo com novos elementos que permeiam o forró em outros estados, regiões, países e continentes.

Durante a pandemia, momento qual viver conectado foi a única maneira de manter o contato humano que tiveram, também surgiu um mundo de descobertas de pessoas, culturas, artistas e movimentos inimagináveis. O quarteto se aproximou muito do movimento Sudestino de Forró, e foi um mundo de trocas, descobertas de bandas, profissionais, compositores, professores e até mesmo estilos diferentes de dançar. O Sudeste conheceu o CaSoando e o CaSoando conheceu o Sudeste brasileiro.

Foi então que Lu Miliano (Voz e Acordeon), Pablo Ferraz (Voz e Zabumba), Nino Silva (Voz, triângulo e Pandeiro), e Daniel Coimbra (Voz e cavaco) começaram a planejar e pesquisar novos sons, compositores e elementos que sintetizassem essa nova etapa da banda.

Pisada Forte

Através do contato da compositora e blogueira de Forró, a carioca Tyna Batista, eles conheceram a música “Pisada Forte”, uma união de poesias de Tyna e o já reconhecido compositor, pesquisador e DJ autor de diversas composições de sucesso, Leo Braga, também do Rio de Janeiro, hoje residente do Espírito Santo.

A música traz como tema um estilo de dança que ganhou a cena nos últimos anos chamado “Forró estilo Roots”, um estilo composto pelo tradicional forró, numa mistura de samba, salsa, tango e muita criatividade. Dentre suas características, o Roots possui Sacadas de perna, chutes, giro paulista (giro curto no mesmo lugar), uma leitura musical com paradas, e marcações que tornam a dança complexa e extremamente interessante.

A ideia era falar com bom humor, mostrando alguém de fora que se surpreendesse ao chegar num forró onde as pessoas dançassem daquela maneira, e através da internet, conhecendo os meninos através do instagram @omelhordopedeserra, Tyna chegou ao CaSoando, que não só incorporou no álbum a ideia num arranjo extremamente dançante na voz de Daniel Coimbra, como usou o título da música para dar nome ao álbum que tem 4 composições com uma pisada muito forte, com letras bem trabalhadas e atuais.